Vai mudar de plano? Conheça alguns detalhes sobre a portabilidade entre planos de saúde

A notícia não é tão nova, hoje provavelmente muita gente já sabe que é possível mudar de convênio médico sem ter de se submeter a um novo período de carência. É a chamada portabilidade de carência entre planos de saúde. Mas há algumas regras que devem ser observadas para quem está planejando mudar de convênio médico.

Em que tipos de planos é possível requisitar a portabilidade?
Aqueles que têm planos de saúde individual, familiar ou coletivo por adesão contratado após a entrada em vigor da Lei nº 8.656/98 (sobre planos de saúde) em 1998.

Período para solicitar a mudança de planos com portabilidade
Para ter direito à portabilidade, a mudança de planos de saúde deve ser feita entre o 1º dia do mês de aniversário do contrato e o último dia útil do terceiro mês após o mês de aniversário.

Outras condições

– É necessário estar com o pagamento das mensalidades em dia.

– Também é necessário ter cumprido um mínimo de 2 anos no plano de origem na primeira portabilidade ou 3 anos nos casos de cobertura parcial. A partir da segunda portabilidade, é possível solicitar a portabilidade após 1 ano.

– O plano de destino deve estar em situação regular junto à ANS (Agência Nacional de Saúde)

– Outro detalhe a ser observado é que o plano de destino deve estar na faixa de preço igual ou inferior ao plano de origem.

Deixe uma resposta